[FanFic] Entre o Céu e o Inferno #Chapter01

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

default [FanFic] Entre o Céu e o Inferno #Chapter01

Mensagem por Hummingbird em 13/4/2015, 12:00 am



CHAPTER.01

 

" No ano de 521 - na contagem da época -, aquilo que todos os habitantes conheciam como Mundo estava passando por uma era de trevas. As diferentes raças se organizavam em reinos e cada um tinha sua devida influência em que diversos fatores acabavam influenciando. A partir do ano 100, a soberania dos Elfos que era considerada inabalável, foi substituída por um sistema de organização que muitos chamariam de "democrático" (futuramente). A soberania de uma única raça então deixou de existir e as raças aprenderam a conviver em harmonia enquanto que eram subjugados por uma existência superior que eles denominavam como "O Criador". Não havia nenhum relato de uma forma física dessa existência, ainda que todos acreditassem nela por causa da famosa lenda das "12 Mensageiras do Paraíso". Criaturas consideradas como as mais próximas do Criador, tinham como função descer em terra quando a situação de calamidade tornava-se das mais graves. Até então a presença delas foi comprovada por poucos, visto que a maioria dos sobreviventes de guerra eram assim "levados" pelas Mensageiras para o Paraíso.

Isso era o que compunha a história de Ordem daqueles tempos.

Entretanto, ao longo dos anos, um reino em específico passou a se destacar. Eles logo foram tachados de insurgentes, rebeldes, ou seja; a ovelha negra entre as raças. Sua representante e soberana era Alariccia, um demônio de tempos antigos que se escondia em corpo de mulher. O que se sabe sobre ela em terra é muito pouco. Entretanto, ela é conhecida entre todos os demônios e criaturas antigas como "Aquela que desafiou o Criador". Não se sabe ao certo qual foi o seu pecado, o que se sabe é que ela ganhou força ao longo dos anos. Viveu por séculos até estabelecer o seu reino como um dos mais potentes em toda a terra. Nomeado Pharanir, o reino ficava entre as Colinas do Norte. Um enorme palacete construído com os mais nobres metais preciosos dos Anões, foi erguido como residência de Alariccia. Ele ficou conhecido como Palácio Dourado e é o maior simbolismo do poder da Imperatriz Demônio que conseguiu soberania total entre a raça dos Anões, escravizando-os como parte de seu exército.

Diante dessa afronta aos bons costumes, somente um reino tinha potencial pra se opor ao de Alariccia; A Floresta de Sethlil. Um vasto reino florestal governado pela Rainha Élfica Yllith, resguardava todo potencial que se ergueu ao longo dos séculos desde a forte soberania dos Elfos durante o primeiro século. Yllith era a filha do primeiro Rei Elfo da terra, e portanto, herdou o trono ao longo dos séculos. Resistiu com bravura por conta da longevidade que os Elfos possuem, e naturalmente que estreitou a potencia do seu reinado pra tornar-se reconhecido dentre os demais. Adquiriu respeito, amizade, entre outros laços. Ainda assim, há alguns anos surgiu um boato devastador de que Yllith estava aliada à uma criatura temida entre todas as raças da terra; um dragão. Esse boato nunca foi comprovado mas abalou toda a relação socio-econômica do reino de Sethlil para com os demais. Yllith por sua vez logo descobriu a autora desse boato; Alariccia. A partir daí, a relação entre as duas passou a se tornar cada vez mais perigosa.

A partir do ano 500, os reinos compostos por outras raças tornaram-se minoria frente ao potencial avassalador de Sethlil e Pharanir. Alariccia conseguiu soberania não só entre os Demônios como também com raças que compactuavam com suas crenças como Orcs, Goblins, Amaldiçoados e Anões - no caso escravizados -. Yllith por sua vez recorreu aos poucos que lhe restavam como Humanos, Elfos, e outras criaturas mágicas que o próprio universo tratou de dar origem como Golens e até mesmo Árvores. As alianças passaram a se tornar o alvo daquele século, que por sua vez, prometia uma guerra iminente. Diferente das outras vezes, a existência conhecida como "Criador" não se manifestou. As 12 mensageiras do paraíso não apareceram. Diante disso? As raças se viram abandonadas. Essa era então foi intitulada "Entre o Céu e o Inferno". Eles não mais podiam chamar aquilo que viviam de "Terra". O inferno não mais era reservado para criaturas das trevas, visto que até mesmo os inocentes passaram a pagar pela culpa dos malignos. O céu não existia mais, exceto na esperança dos bravos e valentes que acreditavam numa nova era, assim como Yllith.

Justamente no ano 521, a ascensão de guerra estava muito próxima. Os seguidores das respectivas rainhas intituladas de Rainha Demônio(Alariccia) e Rainha Branca(Yllith), preparavam-se para dar o melhor de si nas convicções de suas governantas. Dentre eles, 4 se destacavam. Do lado de Yllith, Rhaegar era conhecido em Sethlil como "O Estrategista". Literalmente porque esse era o seu posto. Costumava ficar sempre nas imediações do palácio real, ainda que tivesse pouquíssimo contato direto com Yllith. Seu trabalho ali era sempre muito pesado; manipular os soldados, estreitar alianças, preparar-se para guerra, entre outros. Ele tinha uma Torre de Observação só pra ele, no extremo leste de Sethlil. Já o outro, Azriel, era uma das criaturas mais temidas entre os vivos na terra. Um Golem que se originou no primeiro século de existência na terra, quando o Chaos se espalhava por todo canto. O que se sabe é que um Mago muito poderoso, dentro do exército dos Elfos, manipulou a energia do universo em conjunto com elementos da natureza pra dar origem ao tal Golem. Entretanto, o meio foi quem moldou a criatura. Criado em tempos de guerra constante, Azriel desenvolveu em específico as suas técnicas de batalha e tornou-se um General de Guerra muito respeitado em todo exército de Yllith, estando entre os 3 Generais de maior patente no reino Sethlil. Seu lugar de estadia é no subsolo, nas masmorras do reino onde treina os combatentes pra guerra e também cuida dos prisioneiros de guerra.

Já do lado de Alariccia, os que se destacavam eram Sandretty e Sauron. O primeiro? Um humano dono de um nome exótico, aparência exótica, e personalidade ainda mais exótica. Se sabe muito pouco sobre ele, exceto que carrega uma maldição nas costas que o fez tornar-se quem se tornou. Por conta de suas habilidades peculiares, Alariccia faz questão de o manter como um dos seus guardas. Ela conhece muito bem o seu poder e por isso teme manda-lo nas linhas de frente. Não por medo dos inimigos, e sim, de perder o seu mais valioso guerreiro por conta da maldição que ele carrega. Sendo assim, ela o colocou na posição de ÚNICO guarda dos Portões de Pharanir, na conhecida "Escadaria da Desolação", no pé das colinas que originam o reino. Sauron por sua vez é um Orc absurdamente bruto, sanguinário, porém em contrapartida inocente em alguns aspectos. Por conta disso, Alariccia fez questão de deixa-lo na linha de frente, numa organização especial de ataque que ela costuma denominar os "Cavaleiros Negros". Sauron é como um mascote da equipe de 15 Cavaleiros Negros que compõem essa organização. O boato que circula? É que Sauron é mais forte que todos os Cavaleiros juntos, ainda que não seja tão inteligente a ponto de saber disso efetivamente. Dessa forma, o Orc está sempre acompanhando os cavaleiros em meio as ruas de Pharanir, seja pra onde vão.

O dia amanhece, batendo seus raios de sol primeiro em Pharanir e assim sucessivamente nos demais reinos em solo. Sethlil, no extremo sul - em contrapartida a localização geográfica de Pharanir - também acorda e começa a fazer os seus preparativos pois nunca se sabe quando a guerra vai estourar. O boato de que uma nova caravana de soldados Humanos está chegando em Sethlil agita todo o reino élfico. Concomitante a isso, uma presença ilustre se mostra como ameaça no subúrbio de Pharanir, Ylli, o filho de Yllith - a rainha branca -, aparece no reino pra causar problemas. "

Qual Rainha irá se sobressair?


Observações: A ordem de postagem inicial vai ser aleatória. Postem como bem entenderem, descrevendo o que efetivamente pretendem fazer, pra onde vão, o que vão explorar, etc. Sintam-se livres pra criar o "universo" do seu personagem, mas tentem não mexer muito com os personagens originais do enredo. Qualquer erro eu vou alertando ao longo das narrações, assim como também vou alertar quando um player encontrar o outro, ou encontrar algum NPC, etc. Dúvidas? MP. Boa sorte queridos.



Template feito por Zafrina - TPO



" Eu to aqui pra causar! Se fosse pra ser pacífica eu tava no Oceano! "

Hummingbird

Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: [FanFic] Entre o Céu e o Inferno #Chapter01

Mensagem por Arima Seishirou em 13/4/2015, 10:51 am



Azriel

 
Durante anos aquela criatura se manteve ali, ajudando o lado no qual estava certo -ao menos em sua visão-. Sua idade? Já tinha passado tempo de mais para se lembrar ou no mínimo existir alguém resistente o suficiente para contar. Contar algo que pode ou não existir amanhã era algo idiota, então porque seres humanos e raças superiores faziam isto? De fato, não se sabia.

Azriel, sempre foi um guerreiro de grande lealdade, desde os tempos mais antigos, muito por sentir indiferença no que o restante dos reis poderiam vir a dizer... Tudo não passava de conversa fiada ou alguma coisa ignorante, sem explicação. Porque deveria ouvir alguém mais burro que ele, afinal? Desde os tempos mais antigos, ele foi visto como uma criatura mágica, uma aberração da natureza, algo sem vida, mas tenha certeza, quando ele tem a cabeça de um inimigo em mãos, vida é o que ele mais sente.

[...]

Num campo escuro, lá estava a criatura. Ele preparava uma nova "aula" para os combatentes, já que uma nova batalha, talvez a final, já estaria a chegar entre os dois reinos e, sem dúvidas, perder não era uma escolha. Deveria tentar algo um pouco mais prático com aqueles novatos? Ele não tinha ideia se algum deles pudesse realmente sobreviver a isto, mas certamente, se sobrevivessem, seriam ótimos soldados.

Talvez dividi-los, forçando-os a lutar entre si? Isto poderia lhe render um belo show, mas não estava ali por diversão. -coisa que não sentia há décadas- Azriel deveria treinar bravos soldados para guerrear e, se necessário, morrer tentando levar a vitória para a Rainha. Suas experiências em batalha poderiam ser úteis para isto e, sem dúvidas, deveria usa-las. Uma criatura maldita tal como um demônio, não deveria ficar no poder por tanto tempo e ser aclamado até mesmo Rei ou Rainha.

Se possível, ele gostaria de um pouco de ação, mesmo que isto pudesse significar levar seus "alunos", enfim, deveria primeiramente esperar o restante dos homens chegarem para que pudesse dar inicio á tudo. Enquanto isto, somente manteria-se sentado, demonstrando seriedade. Quando todos aqueles que iriam treinar estivessem ali, Azriel finalmente poderia levantar-se e, andando para frente de todos.

- Homens, teremos um treinamento especial hoje. -Afirmou, não dando opções para estes. Com uma longa pausa, a criatura, finalmente, voltaria a falar. - No campo de batalha, gostaria de ver como cada um de vocês enfrentariam um oponente superior. Lutariam em conjunto para adquirirem a vitória... Ou manteriam-se com sentimentos ignorantes que poderiam leva-los a derrota? -Finalizou.

Sua grande experiência finalmente foi útil. Ele já sabia oque fazer para tornar aqueles guerreiros em verdadeiras armas e, na verdade, sabia onde fazer tal coisa. Se possível, gostaria de levar cada um deles para um terreno inóspito daquele reino, lar de algumas criaturas de poder superior aos deles. Algo cruel? Sem dúvidas, mas que poderia render cicatrizes, tal como maturidade á todos. Virando-se, a criatura, enfim, começaria a andar para onde poderia realizar aquele treinamento, levando consigo sua arma, caso fosse necessário intervir no combate.

- Me sigam. -Disse, demonstrando não ter mais tempo para conversar e ou paciência para isto.


Template feito por Zafrina - TPO




Arima Seishirou

Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: [FanFic] Entre o Céu e o Inferno #Chapter01

Mensagem por Angie' em 13/4/2015, 10:18 pm





- Rhaegar! Rhaegar! Acorde!! - exclamou a assistente enquanto batia na porta do quarto incessantemente.

Cobri o rosto com o coberto ignorando totalmente o chamado da mulher, mas ela não desistiu e com um forte chute quebrou a porta - pela quinta vez nesse mês -. Adentrou no quarto em passos firmes e longos enquanto exalava fúria em seu olhar. Quando aproximou da cama puxou o cobertor que cobria meu rosto e pegou-me pelos ombros sacudindo freneticamente.

- LEVANTA LOGO DAÍ!! - exclamava aos berros..

O mundo poderia estar caindo ao meu redor que eu não acordaria facilmente de sono tão profundo, mas Jeffly tinha lá suas técnicas para me acordar. Dormir não era bem uma necessidade física para mim, está mais para um hobbib pelo simples prazer de ignorar o mundo ao redor e a forma que encontrei de lidar com as responsabilidades impostas pela Donzela Yllith. Porém, Jeffly insistia em me lembrar de meus deveres e sempre acordava de meus belos sonhos com a mais formosa e exuberante mulher de Sethlil: Yllith.

- AHHHHH.. Jeffly! Justamente no momento em que a beijaria??! - exclamei desolado ao despertar do sono.

- Vê se enxerga?! Você acha que Yllith olharia para um homem com esses longos e bagunçados cabelos, olha essa barba que não é feita há anos.. - advertiu Jeffly deixando o local assim que concluiu sua tarefa.

Não importava minha aparência ou qualquer outra coisa que fosse, faria de tudo para conquistar essa mulher independente de nossas posições ou algo que pudesse impedir. Motivo este que resolvi ajudá-la em seus objetivos..

- Que bela vista - disse admirado ao escancarar as janela do quarto que permitiam uma visão privilegiada de todo o reino e principalmente o castelo aonde se encontra a minha Deusa.

Infelizmente não poderia perder tempo admirando a vista, afinal o dever me chama e Jeffly um tanto autoritária já dava seus berros no andar de baixo da Torre. Então aprontei-me e desci as escadas despreocupadamente enquanto colocava o meu último e mais precioso acessório: um extenso cachecol enrolado em torno dos ombros até nas proximidades da boca.

- O que temos para hoje? - perguntei desanimadamente conforme coçava a cabeça.


Angie'

Mensagens : 13
Data de inscrição : 24/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: [FanFic] Entre o Céu e o Inferno #Chapter01

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 8:55 pm


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum